Direção de Arte - Online (Ao Vivo)

 Do conceito ao projeto - Módulo 1    

Sobre o curso

 

O departamento de Direção de Arte é um dos mais criativos e multidisciplinares do audiovisual e uma de suas especificidades é a criação espaço-visual para a câmera. O curso privilegia as áreas do conhecimento que dão ensejo ao trabalho de um diretor de arte - arquitetura, design, artes visuais, fotografia, história do cinema, moda, etc – e leva o aluno a conhecer as funções e profissionais atuantes dentro do departamento.

 

Através de exercícios práticos, cada aula coloca em destaque uma capacidade em especial, de modo a desenvolver habilidades individuais (desenho, pesquisa, percepção visual, construção do espaço, etc) e auxiliar o aluno a criar seus projetos pessoais de direção de arte, inclusive orientando-o em saberes específicos, como envelhecimento de figurino ou a criação de efeitos simples de maquiagem com dicas práticas.

 

O programa tem três eixos de orientação: o primeiro, voltado à pesquisa, percepção dos materiais, texturas e cores, criação e esboço através do desenho à mão livre.

 

O segundo é dedicado à apresentação das diversas funções que compõem o departamento de arte e como elas dialogam entre si: assistência de arte, produção de arte, produção de objetos, figurino, maquiagem e a relação do departamento de arte com a direção de fotografia.

 

O terceiro eixo é direcionado à criação de um projeto final de direção de arte: do moodboard à modelagem 3D, da colagem digital até a apresentação completa do projeto.

 

O curso conta com a presença de convidadas atuantes no departamento de arte e na direção de fotografia, para que seja efetiva a troca de saberes, vivências e experiências dentro do audiovisual brasileiro.

Aula 1 - O departamento de arte

Apresentação do que é direção de arte no cinema e no audiovisual, o que faz um diretor de arte e exemplo de filmes icônicos que tenham um trabalho destacado da direção de arte na condução da narrativa.

Próxima turma: 25 de Janeiro a 12 de Fevereiro

Online (Ao Vivo)

Aulas de segunda a sexta-feira.

Segunda a sexta: das 19h às 22h20

Valores:

 

R$ 950,00 (à vista)

ou

6 vezes de R$ 175,00

*Associades APAN, APAA-PE, APAA-BA, APODEC BRA.DA, FIGA, FIAR, Mulheres Negras do Audiovisual, estudantes de universidades públicas (renda familiar de até 2 salários mínimos) e beneficiáries do Fies possuem 25% de desconto. 

**Ex-alunes da Bucareste possuem 10% de desconto. Caso  ex-alune faça parte das associações citadas, o desconto é cumulativo. 

***Ao realizar um curso online, o participante ganhará R$ 100,00 de desconto na inscrição de um curso presencial. Valor não cumulativo na realização de dois ou mais cursos online.

*O curso irá ocorrer na plataforma Zoom - os inscritos receberão o link e senha de acesso um dia antes do início das aulas 

Carga Horária: 45 horas

Aula 2  -Materiais, estilos e texturas

Alguns diretores de arte elencam materiais ou estilos arquitetônicos como tônica da criação visual do filme. Assim, obras cinematográficas específicas apresentam possibilidades de reconhecer e trabalhar determinados materiais, estilos e designs e incorporá-los à narrativa filmica.

Aula 3 - Paleta de cor

A cor exerce um importante papel na criação da direção de arte, ela pode balizar esteticamente o filme e orienta o trabalho dos assistentes, produtores de objetos e figurinistas. Serão discutidos filmes que trabalhem a cor, incluindo o preto & branco, numa chave estético-simbólica.

Aulas 4 & 5 - Desenho à mão livre

Os dois encontros estimulam o desenvolvimento de ideias, rascunhos, observação de objetos e elementos, noções de espaço e detalhes através do desenho à mão livre. Referências de desenhos serão apresentadas e as aulas fazem com que o aluno reconheça seu próprio traço e, assim, romper com a ideia do desenho bem feito.

Aula 6 - Assistência de arte

Apresentar aos alunos o papel do assistente de arte, como essa função se relaciona com as demais dentro do departamento e como a assistência é responsável também pela criação do espaço para a câmera.

Aula 7 - Produção de arte e produção de objetos

Duas funções chave no departamento de arte: um que planeja e executa as obras, outro que decora os sets. Diferenciar as etapas em que entram um produtor de arte e de objetos e mostrar filmes que tenham os objetos e o dressing como elementos marcantes da direção de arte.

Aula 8 - Figurino

O figurino é responsável por uma grande parcela da imagem do filme. A aula apresenta não apenas o processo de criação do figurino, sua organização e relação com a direção de arte, bem como explica como o figurinista pode conduzir o processo de confecção manual das peças, da modelagem ao envelhecimento.

Aula 9 - Maquiagem

Apresentar o papel da maquiagem no filme e como ela se relaciona dentro do departamento de arte. Além disso, explicar quais tipos de maquiagem podemos ter numa obra audiovisual, o que seria uma maquiagem de caracterização e uma maquiagem de efeitos, indicando inclusive noções básicas de criação de efeitos.

Aula 10 - Direção de fotografia

Como se relaciona o tripé direção de arte, direção de fotografia e direção numa obra audiovisual.


Será explicado os tipos de câmeras mais utilizadas em projetos de ficção no Brasil, qual a diferença entre as lentes, os tipos de janela e como isso influencia no registro do espaço construído pela direção de arte.

Aula 11 - Moodboard

A criação do moodboard tem em vista sintetizar o conceito visual que norteia o filme. Serão mostrados os vários tipos de moodboards utilizados por diretores de arte e como o aluno pode selecionar suas referências e organizar suas ideais.

Aula 12 - Planta baixa

Pensar o espaço é solicitar relações que advém da arquitetura. A planta-baixa é um elemento que direciona não apenas o departamento de arte, como também o da direção e da fotografia, e se baseia em normas técnicas para sua criação. Muitos filmes reverenciam a planta-baixa e a arquitetura como modelos visuais que orientam a relação dos personagens e do espectador com o espaço.

Aula 13 - Modelagem 3D e colagem digital

Um dos softwares de mais fácil utilização para a apresentação de cenários em modelo tridimensional é o Google SketchUp e também um dos mais utilizados.

 

Serão demonstradas noções básicas de modelagem e como criar o espaço nesse software, bem como formas de apresentação das vistas, cortes e a finalização do arquivo com colagem digital.

Aulas 14 & 15 - Projeto

Para finalizar as discussões promovidas ao longo do curso, os alunos criarão um projeto de direção de arte a partir de um tema a ser definido. O que foi apreendido ao longo das aulas será utilizado: da pesquisa ao moodboard, da paleta de cores ao desenho do espaço. Aqui, a aluno seleciona qual forma ele se sente à vontade para representar o espaço junto aos outros elementos de referência (objetos, materiais, paleta de cores, etc) e como organizar as informações em um arquivo em PDF.

Coordenadora

Laura Carvalho - Diretora de arte e pesquisadora sobre cor. Graduada em Audiovisual pela Universidade de São Paulo e mestre em Teoria e Estética do Cinema pela mesma instituição de ensino.


Trabalha no departamento de arte desde 2008. Como diretora de arte assinou projetos nacionais e internacionais, como os longas Agreste (2019) e Abraço (2018), as séries francesas Death Corner (2017) e Demain si J’y Suis (2016), a performance multimídia Awakening (Singapura, 2015), as animações ítalo-brasileiras As Aventuras de Pety (2018) e O Mundo Mágico de Pety (2014), dentre outros no Brasil. Atualmente está em um projeto de coprodução Brasil-Hong Kong.

Professoras

Amanda Whitaker - Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo. Atua no audiovisual nas áreas de cenografia e assistência de arte desde 2014. Participou de projetos como Meu álbum de amoresO amor dá voltasExterminadores do Além contra a Loira do BanheiroUm Broto LegalVale NightAbestalhados 2, além de séries para a Globoplay, Globosat e Canal Studio Plus.

Carla Caffé - Formada pela FAU-USP, é  artista, diretora de arte e professora de desenho na Escola da Cidade e no SESC Pompeia. Participou de produções cinematográficas importantes, como Central do Brasil - Walter Salles, 1998 e Era o hotel Cambridge - Elaine Caffé; de mostras internacionais entre elas  Bienal de arquitetura de Veneza 2018 e a Bienal de arquitetura de Chicago 2019. Publicou os livros São Paulo na Linha DBA - edições; Av. Paulista - Cosac Naify e SESC edições , além do livro de artista a(é)rea paulista pela galeria Vermelho.

 

É reconhecida por seus projetos multidisciplinares relacionando cinema com arquitetura e arte, como publicado no livro de sua autoria Era o Hotel Cambridge, arquitetura, cinema e educação pelo SESC edições. Seu último trabalho em cinema, Para onde voam as feiticeiras, assinou além da direção de arte, a direção ao lado da sua irmã Eliane Caffé e Beto Amaral.

Diana Moreira - Figurinista e consultora de Estilo. Graduada em design de Moda pela Unifacs. Atuante no mercado desde 2002, realizou projetos em diversas áreas, artísticas permeando entre o Teatro, a Dança, Música e Cinema.

 

Nos últimos anos assinou figurino dos Longas, A Luneta do Tempo ,Dir. Alceu Valença (2010), A Última Estação, Dir. Marcio Cury (2011), Abaixo a Gravidade,Dir. Edgard Navarro (2015), Guerra de Algodão, Dir. Cláudio Marques e Marília Hughes (2017), da série Francisco Só quer Jogar Bola, de Sofia Federico (2016), O último Jogo de Roberto Studart (2017), Longe do Paraíso, Dir. Orlando Senna (2018), Café Pépi e Limão, de Adler Paz e Pedro Léo (2019),  O Pastor e O guerrilheiro, Dir. José Eduardo Belmonte(2020), atuou na equipe de figurino da série Vikings (Irlanda)Temporada II
,III, V. e no Longa metragem , The Man Who Invented Christmas (EUA/Irlanda) de Bharat Nalluri (2016).

Helga Queiroz - Mineira formada em Arquitetura e Urbanismo pela PUC-MG, atua no mercado audiovisual desde 2007. Participou de diversos curtas-metragem, longas-metragem, minisséries e comerciais de tv em diferentes funções dentro do Departamento de Arte. Como Cenógrafa, participou de  grandes projetos pernambucanos como “Aquarius”, “Divino Amor”, “Fim de Festa” e “Chão de Estrelas”. Como diretora de arte, assinou seu primeiro grande projeto em 2017 a série de humor de 13 capítulos “Os Ovos da Raposa”. Em 2019, recebeu o prêmio de Melhor Direção de Arte no Festival de Curta do Cine-PE com o curta “Casa Cheia” de Caco Nigro. Atualmente reside em Recife.

Juliana Di Grazia - Graduada em Historia (PUC) e Pós Graduada em Cinema Documentário (FGV). Atualmente mestranda do programa transdisciplinar de Estética e Historia da Arte na USP, desenvolve aspectos de uma metodologia de pesquisa em arte a partir de analise fenomenológica dos objetos.

 

Pesquisadora, conteudista, documentarista e principalmente Produtora de Objetos e Decoradora de Cena (set decorator) para projetos de ficção como os longasmetragens Hebe – a estrela do Brasil; Albatroz; Califórnia; Carcereiros; Somos tão Jovens, Tudo o que aprendemos Juntos; Os Amigos; As Boas Maneiras; entre outros... É pesquisadora da relação entre objetos e memoria, seus dispositivos disparadores de percepção quando apresentados em correlação.

 

Ministra a disciplina “Produção de Objetos e Decoração de Cena” como professora convidada na Pós Graduação de Direção de Arte do SENAC. É membro do conselho da APODEC – Associação dos Produtores de Objetos e Decoradores de Cena.

 

Atualmente divide seu tempo entre projetos de pesquisa, produção de objetos e decoração de cena; montagem de filme documentário; ilustrações,

meditação, cafés, caminhadas e bordados.

Juliana Ribeiro - Formada em Arquitetura pela Universidade Federal do Ceará, em 2009, e enveredou para o campo da cenografia e arte. Há mais de dez anos no cinema, assina a arte de longa metragens, curtas e séries de TV, além de videoclipes, publicidades e projetos na função de assistente de arte e cenógrafa. Entre os principais trabalhos está a seqüência de filmes Cine Holliúdy (dois longas e uma série para a TV). Venceu alguns prêmios em festivais e teve seu trabalho pelo longa “O Shaolin do Sertão” indicado ao prêmio de melhor direção de arte na Academia Brasileira de Cinema em 2018. Atualmente reside em São Paulo.

Mari Figueiredo - Caracterizadora e maquiadora de efeitos realistas. Ganhadora de dois Prêmios Avon de Maquiagem na categoria audiovisual, o primeiro em 2013 onde fez um workshop de especialização em Los Angeles com Vincent Van Dyke e equipe de Mark Rappaport (Creature Effects Inc.). O segundo em 2016 que a levou a NY para um workshop com Lans London. Assinou filmes como "Mais Forte que o Mundo", "Mormaço", "Los Silencios", "Um Animal Amarelo" e séries como Spectros e Bandidos na TV, da Netflix. 

Todas as professoras são profissionais atuantes do departamento de arte da indústria cinematográfica e audiovisual brasileira, e poderão ser eventualmente substituídas.

Taís Nardi - Diretora de fotografia e produtora formada em Audiovisual pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA – USP). Dirige a Cigano Filmes desde sua fundação em 2011.Trabalha desde 2002 como diretora e assistente de fotografia em produções nacionais de curta e longa-metragem, tendo sido responsável pela direção de fotografia de mais de 15 curta-metragens e programas de TV, 3 longa-metragens documentário e participado de mais de 20 longa-metragens como assistente de câmera, entre eles "Serra Pelada", "Tropa de Elite 2", "Na estrada", "É Proibido Fumar" e "Hoje".

 

Em 2017, terminou seu mestrado na ECA-USP com a dissertação “Imagens do desvario: narrativa visual de estados alterados de percepção”. Atualmente trabalha em seu doutorado sobre a poética na direção de fotografia também no Programa de Pós-graduação em Meios e Processos Audiovisuais da ECA-USP.

atendimento@bucareste.com

Tel. (11) 99910-6048

     

Horário de funcionamento:

Segunda a Sexta / 10h às 22h

Sábado / 10h às 17h

Atendimento pessoal somente com hora marcada