O Cidadão do Ano

 

Vem curiosamente da Noruega, em tese um dos países mais civilizados e pacíficos do planeta, esse filme que impressiona pela violência e pela exuberância da paisagem inóspita que nos revela.

 

Narra a história de Nils, um trabalhador dedicado, recém nomeado cidadão do ano em seu vilarejo, que vinga a morte do filho eliminando um a um todos os envolvidos no assassinato.

 

É um filme, portanto, sobre a vingança; esse sentimento imanente da natureza humana de querer fazer justiça com as próprias mãos quando as instâncias responsáveis por fazê-la se omitem. A polícia, no filme, não é omissa, é verdade, mas é vista como palerma. Um mafioso, a certa altura, em tom jocoso, comenta com outro mafioso como as prisões da Noruega se parecem com hotéis de quatro estrelas. Ou seja, punem pouco.

 

O longa-metragem de Hans Petter é bastante parecido com alguns filmes do diretor japonês Takeshi Kitano, não só pela violência exacerbada, mas também pelo humor negro que destila e pela contundência e eficácia com que é realizada  a ação impetuosa e destrutiva do personagem principal; e por envolver disputa de gangues rivais de mafiosos, tema caro a Kitano. 

 

“O Cidadão do Ano” provoca uma reflexão incômoda sobre o direito moral que um cidadão de bem teria ou tem de matar (ou ao menos revidar) todo aquele que lhe fizer um grande mal. Porque Nils não perde só o filho, perda irreparável, perde também a esposa que, transtornada, o abandona.  Teria ele esse direito? 

 

Diriam os mais civilizados: não! Claro que não. Mas Nils é extensão daquela natureza bravia e, assim como ela, também age por instinto de preservação. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

A Importância da Monitoração no Cinema

August 15, 2017

1/1
Please reload

Posts Recentes

July 19, 2017

June 25, 2017

April 11, 2017

January 29, 2017

January 8, 2017

December 7, 2016

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

atendimento@bucareste.com

Tel. (11) 99910-6048

     

Horário de funcionamento:

Segunda a Sexta / 10h às 22h

Sábado / 10h às 17h

Atendimento pessoal somente com hora marcada